É possível aprender durante o sono, afirma especialista

29/03/2018 Por: Editorial Academia do Concurso
É possível aprender durante o sono, afirma especialista 

Dormir bem é essencial para o bom desempenho nos estudos, afinal, é durante o sono que o corpo descansa e o cérebro consegue assimilar as informações que absorvemos durante o dia. Para reforçar essa premissa, uma pesquisa publicada recentemente na revista Nature, especializada em ciência, afirma que é possível memorizar informações enquanto dormimos.

 

O estudo foi conduzido pela pesquisadora Anat Arzi e seus colegas da Universidade Weizmann Institute of Science in Rehovot, em Israel. Foram consultados 55 voluntários que associavam sons e odores enquanto dormiam. Anat expôs, várias vezes, cheiros específicos, tanto bons quanto ruins e tocava um determinado som para acompanhar cada um.

 

A conclusão da pesquisa foi que, durante o sono, os voluntários passaram a respirar mais fundo quando ouviam um som associado a um odor agradável, e inspiravam fracamente em resposta a um som acompanhado a um cheiro ruim.

 

Além disso, o estudo revelou também que a reação continuava mesmo após de acordados. Eles inspiravam fortemente ou fracamente ao escutar o som correspondente, mesmo se não houvesse cheiro nenhum. E detalhe: os participantes não tinham a menor consciência de que haviam aprendido essa relação.

 

O processo funcionou independente da fase do sono em que foi realizado, mas as respostas foram um tanto quanto acentuadas nos casos em que isso havia sido aplicado durante o estágio REM (do inglês Rapid Eye Movement, ou "movimento rápido dos olhos", etapa em que ocorrem os sonhos mais vívidos).

 

Arzi afirmou que acredita que o ser humano é capaz de aprender informações mais complexas enquanto dorme. “Mas isso não significa que você vai poder colocar seu dever de casa debaixo do travesseiro e saber tudo de manhã. Haverá limites claros sobre o que podemos aprender enquanto dormimos, mas eu acredito que ele vai além daquilo que demonstramos no estudo”, alerta.

 

Agora, a proposta é investigar o tipo de aprendizagem e os mecanismos cerebrais envolvidos em outros estados de consciência alterada, como o estado vegetativo e o coma.

 

Com informações de BBC

Notícias relacionadas

Infográfico: Guia definitivo para estudar sozinho

09/12/2014

Entenda quais sãos os fatores que podem te impedir de assumir uma vaga em concurso público

16/04/2015

Segundo estudo, escrever à mão é mais eficaz para a fixação do conteúdo

02/08/2017

Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.