Método Cornell: Aprenda a organizar suas anotações

30/08/2017 Por: Editorial Academia do Concurso
metodo cornell
Habilidades para fazer anotações garantem uma clara vantagem nos estudos. Mais organização e notas legíveis melhoram a preparação para a prova e a compreensão do assunto.  É preciso ser eficaz ao registrar e organizar o volume de informações adquiridas durante as aulas. 
 
Você sente que passa muito tempo durante uma aula tentando escrever o que o professor está dizendo, e que não tem tempo para pensar sobre o que é apresentado. Quando a aula acabar, você estará fisicamente e mentalmente exausto, algumas vezes desanimado, e o pior de tudo: com pouca ou nenhuma compreensão sobre o tema abordado. Esse sentimento ao longo do tempo, pode ser a ruina dos seus estudos e pode colocar em risco sua aprovação.
 
Há muitas maneiras de tomar notas. Praticar técnicas de anotações comprovadas pode melhorar drasticamente o desempenho dos concurseiros. Um método popular de anotações é o Método de Cornell. Ele foi desenvolvido por Walter Pauk, um professor universitário da Cornell University e autor de livros de sucesso escolar. É um método para tomar notas eficazes, de forma sistemática.
 

O Método
 
Antes de começar a tomar notas, você deve organizar sua página de acordo com o Método de Cornell. Veja a figura:
 
metodo cornell
 

Observe que a página está dividia em 3 partes. A maior parte, que está em azul, é a área principal das notas. Isto é, onde você irá gravar suas notas, usando qualquer formato, como: delineamento, mapeamento, ou gráficos. A coluna do lado esquerdo, em vermelho, é a coluna de sinalização, que fornece ideias centrais ou palavras-chaves para as anotações na área principal. A área em amarelo é o sumário, que contém um resumo de uma ou duas frases do que é encontrado no resto da página. 
 
Confira algumas dicas para fazer boas anotações seguindo o método apresentado:
 
 
Etapa #1: Grave suas anotações
Na área principal (azul): Faça frases curtas ou frases que convertam as informações da aula ou leitura em suas próprias palavras. Copie ou crie desenhos, gráficos e cronogramas para envolver a parte visual de seu cérebro.  
 
 
Etapa #2: Reduza 
Após fazer as devidas anotações na área principal. O próximo passo é completar a coluna de sinalização (vermelho), reduzindo o que já escreveu. Aplique técnicas de leitura dinâmica. Destaque as ideias centrais, termos, frases e algumas palavras gatilho, que ajudarão você a se lembrar das notas da área principal. Você poderá formular perguntas que exigem que você se lembre da informação que colocou lá. Essa parte será um guia de estudo. 
 
 
Etapa #3: Recite e reflita sobre o que escreveu
Lembre-se que você terá que processar as informações. Para auxiliar neste processo, a prática de recitar as frases ou perguntas em voz alta para si mesmo ajuda muito. Na parte do sumário (amarela) escreva algumas frases que fornecem uma conclusão sobre o que se encontra na página de notas. As partes vermelha e amarela devem ser concluídas depois da aula. 
 
 
Etapa #4: Revise suas anotações
Se você tiver concluído as etapas anteriores do Método Cornell, então você está pronto para rever suas notas. Gaste alguns minutos todos os dias rever a seção de resumo e da coluna de sinalização. Cada página de notas concluído com o Sistema Cornell se torna um guia de estudo. Se você é capaz de recordar a informação em cada página, revendo suas sugestões e resumos, você está pronto para passar para a próxima página. Se não, volte e reveja as suas anotações. 
 
 
E-mail já cadastrado. ×

Receba nossas novidades


 
Referências: 
 
Academic Center for Excellence Florida State University - http://ace.fsu.edu/
York University - http://www.yorku.ca/index.html

Notícias relacionadas

Infográfico: Guia definitivo para estudar sozinho

09/12/2014

Entenda quais sãos os fatores que podem te impedir de assumir uma vaga em concurso público

16/04/2015

Segundo estudo, escrever à mão é mais eficaz para a fixação do conteúdo

02/08/2017

Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.