Reajuste salarial para a Receita Federal é sancionado pelo Governo

04/01/2017 Por: Vanessa Cagliari
Reajuste salarial para a Receita Federal  



Para quem ainda está em dúvida em prestar o concurso da Receita Federal 2017, a partir de agora tem mais um bom motivo para iniciar a preparação para o certame o quanto antes. Foi sancionado pelo presidente Michel Temer, no dia 30 de dezembro de 2016, o reajuste salarial para a Receita Federal.

 

 

Segundo o documento da sanção divulgado no Diário Oficial da União, os cargos de auditor fiscal e analista tributário serão beneficiados com o reajuste salarial que será concedido por meio de parcelas pagas entre 2017 e 2019.

 

 

A atual remuneração de auditor fiscal que está em R$ 18.296,20 passará para R$ 19.211,01, em janeiro de 2017; R$ 20.123,53, em 2018; e R$ 21.029,09, em 2019.

 

 

Já no caso de analista tributário, o salário inicial de R$ 11.219,67, a partir de janeiro passará para R$ 11.780,66; R$ 12.340.24, em 2018; e R$ 12.895,55, em 2019. Todos os cargos oferecem também bônus de eficiência e produtividade e auxílio-alimentação de R$ 458,00.

 

 

Em relação ao bônus, para os meses de dezembro de 2016 e janeiro de 2017, será concedida uma parcela de Bônus de Eficiência e Produtividade na Atividade Tributária e Aduaneira nos valores de R$ 7.500,00 para auditor-fiscal e de R$ 4.500,00 para analista tributário, concedidos a título de antecipação de cumprimento de metas.

 

 

A partir de fevereiro de 2017 serão pagos, mensalmente, os adicionais de R$ 3.000,00 para auditor e de R$ 1.800,00 para analista, sujeitos a ajustes no período subsequente.

 

 

Além dos reajustes salariais para auditor fiscal e analista tributário, o Governo Federal concedeu aumentos salariais para os cargos de auditor fiscal do trabalho, perito médico-previdenciário, diplomata, oficial de chancelaria, assistente de chancelaria, polícia civil dos ex-Territórios e carreira de infraestrutura.

 

 

De acordo com o Governo, os reajustes salariais não impactam na estabilidade de despesas de pessoal da União, uma vez que houve queda expressiva, indo de 4,6% do PIB (Produto Interno Bruto) para 4,1% na estimativa para 2017.

 

 

 

Concurso Receita Federal 2017

O Orçamento de 2017, aprovado no dia 26 de dezembro de 2016, prevê a abertura de 400 vagas para o concurso da Receita Federal 2017. Os cargos contemplados no plano orçamentário são de auditor fiscal, analista tributário, analista administrativo e assistente técnico-administrativo. O Orçamento não cita a quantidade de vagas por carreira.

 

 

Para concorrer aos cargos de auditor fiscal, analista tributário e analista administrativo é preciso ter formação de nível superior, enquanto a carreira de assistente técnico-administrativo exige escolaridade de ensino médio. A remuneração de analista está em R$ 4.969,02; e para assistente o salário oferecido é de R$ 3.756,82, contando com o auxílio-alimentação de R$ 458,00.

 

 

Os cargos de assistente e analista pertencem ao quadro do Ministério da Fazenda, que realizará o concurso para depois redirecionar as vagas para o seu próprio quadro e para o quadro de pessoal da Receita Federal.

 

 

 

E-mail já cadastrado. ×

Receba nossas novidades

Notícias relacionadas

Concurso PRF 2017: posse de novo ministro da justiça pode agilizar edital

20/03/2017

PRF: aumenta expectativa pela autorização de concurso para policial

02/07/2015

Câmara aprova projeto que cria mais de 14 mil vagas em concursos públicos

10/06/2016

Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.